Educação Financeira no Programa Escola da Família

 

O cuidado com as finanças pessoais, orçamento, planejamento, previdência social, sistema financeiro, investimento são temas que cada vez mais desperta atenção e interesse de jovens e adultos.

É comum nos dias atuais as pessoas se questionarem quanto ao gerenciamento do seu próprio dinheiro, ou seja, como organizar os gastos com o salário. A primeira coisa que se imagina é gastar tudo naquilo que sempre se desejou: um novo computador, smartphone, tablet, fazer um curso, ter uma bicicleta, roupas novas, passeios e entre outros. Porém, saber se planejar financeiramente, considerando a realidade que se está inserido, é essencial para evitar problemas.

E isso é educação financeira.

Com o objetivo de criar um comportamento desenvolver habilidades necessárias para tomada de decisões sobre o que fazer com o dinheiro é o que propõe as oficinas de Educação Financeira na EE José Chediak, aos finais de semana.

 

Reunião de Diretores realizada nos dias 12 e 13/06

 

O Programa MMR-Método de Melhoria de Resultados foi implantado em 2017 nas 13 Diretorias de Ensino da Capital. As etapas do Método têm sido aplicadas nas 75 escolas da Diretoria Leste 5 e como aprimoramento da metodologia, um dos momentos previstos são as reuniões de Mentoria, onde Supervisores, Diretores de Escola e PCNP se reúnem para tratar da implementação e acompanhamento dos Planos de Melhoria das unidades escolares.

 As últimas reuniões de Mentoria aconteceram nos dias 12 e 13/06, acompanhada da reunião do Dirigente Regional de Ensino, Prof. João Edison Tamelini Martins, cujo o tema: “O que se espera dos atuais gestores…” aprofundou a discussão sobre as Diretrizes da SEE, compartilhando os assuntos discutidos na reunião de polo com o Sr. Secretário João Cury, que ocorreu no dia 28/05/2018 e propôs alinhamento de procedimentos referentes a verba, demanda escolar, contrato de docentes entre outros.

 

Copa do Conhecimento

saiba mais: clique aqui 

Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas – OBMEP

 

Apresentação

A Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas – OBMEP é um projeto nacional dirigido às escolas públicas e privadas brasileiras, realizado pelo Instituto Nacional de Matemática Pura e Aplicada – IMPA, com o apoio da Sociedade Brasileira de Matemática – SBM, e promovida com recursos do Ministério da Educação e do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações – MCTIC.

Criada em 2005 para estimular o estudo da matemática e identificar talentos na área, a OBMEP tem como objetivos principais:

 

– Estimular e promover o estudo da Matemática;

– Contribuir para a melhoria da qualidade da educação básica, possibilitando que um maior número de alunos brasileiros possa ter acesso a material didático de qualidade;

– Identificar jovens talentos e incentivar seu ingresso em universidades, nas áreas científicas e tecnológicas;

– Incentivar o aperfeiçoamento dos professores das escolas públicas, contribuindo para a sua valorização profissional;

– Contribuir para a integração das escolas brasileiras com as universidades públicas, os institutos de pesquisa e com as sociedades científicas;

– Promover a inclusão social por meio da difusão do conhecimento.

O público-alvo da OBMEP é composto de alunos do 6º ano do Ensino Fundamental até último ano do Ensino Médio. Em 2017, mais de 18 milhões de alunos de participaram da olimpíada.

Apresentamos a seguir alguns programas desenvolvidos ao longo desses anos e convidamos você a conhecer um pouco mais a OBMEP.

 

PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA JR. (PIC)

Destinado aos alunos medalhistas da OBMEP, o PIC é realizado por meio de uma rede nacional de professores em polos espalhados pelo país, e também no fórum virtual. Tem como objetivos despertar nos alunos o gosto pela matemática e pela ciência em geral e motivá-los na escolha profissional pelas carreiras científicas e tecnológicas. Ao longo de suas edições, a OBMEP já ofereceu a mais de 47 mil alunos a oportunidade de estudar Matemática por 1 ano, com bolsa do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e mais de 5000 alunos participaram do programa como ouvintes. Visite a página do PIC e conheça o material preparado para o programa: www.obmep.org.br/pic.htm

PORTAL DA MATEMÁTICA

Encontre no Portal da Matemática videoaulas com conteúdo de Matemática que cobre todo o currículo escolar do 6º ano do Ensino Fundamental ao 3º ano do Ensino Médio. Esperamos contribuir com material de apoio a professores, a alunos e ao público em geral. Encontre na página http://matematica.obmep.org.br os vídeos já preparados.

BANCO DE QUESTÕES E PROVAS ANTIGAS

Você quer se preparar ou quer preparar seus alunos para a próxima Olimpíada? Encontre em http://www.obmep.org.br/banco.htm os Bancos de Questões. Cada volume apresenta uma seleção de problemas, similares aos problemas das provas da OBMEP, divididos por níveis e por assuntos. Em http://www.obmep.org.br/provas.htm você encontra todas as provas anteriores da OBMEP, suas soluções e vídeos com a resolução das provas mais recentes.

PORTAL CLUBES DE MATEMÁTICA

Encontre toda a semana um desafio no blog http://clubes.obmep.org.br. Crie com seus amigos um clube de matemática, participe de gincanas e competições nacionais. O clube lhe dará acesso também a um fórum onde você poderá discutir, com outros alunos do país, questões relacionadas à Matemática. Se você é professor (a), também poderá participar.

POTI – POLOS OLÍMPICOS DE TREINAMENTO INTENSIVO

O programa é destinado àqueles que querem se preparar para as provas da OBMEP e da Olimpíada Brasileira de Matemática – OBM, e que estejam matriculados no 8º ou no 9º ano do Ensino Fundamental ou em qualquer uma das séries do Ensino Médio. Maiores informações na página http://poti.impa.br.

PICME – PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA E MESTRADO

O PICME é um programa que oferece aos estudantes universitários que se destacaram nas Olimpíadas de Matemática (medalhistas da OBMEP ou da OBM) a oportunidade de realizar estudos avançados em Matemática simultaneamente com sua graduação. Os participantes recebem as bolsas por meio de uma parceria com o CNPq (Iniciação Científica) e com a CAPES (Mestrado). Visite a página e conheça melhor o programa em http://www.obmep.org.br/picme.htm.

PROGRAMA OBMEP NA ESCOLA

Voltado para os professores de matemática das escolas públicas, o programa quer estimular atividades extraclasse com o uso dos materiais da OBMEP, tais como provas e Bancos de Questões. Professores e de todo o país são habilitados e preparados para desenvolver essa atividade em sua escola ou em escolas vizinhas. Visite a página para conhecer melhor o programa http://www.obmep.org.br/na-escola.htm.

Você encontrará neste site muitas outras informações e eventos, como as cerimônias regionais e nacionais de premiação, encontros com alunos do PIC, etc.

Visite, participe e incentive a participação na OBMEP. Cerca de 18 milhões de alunos, em praticamente todos os municípios brasileiros, têm participado da competição!

 

Para maiores informações acesse o site: http://www.obmep.org.br

 

OBMEP: somando novos talentos para o Brasil!

 

 

Projetos desenvolvidos na E.E. Maria Montessori

 

Projeto Juventude Solidária Em Ação

Com a intenção de desenvolver nos alunos a cultura da solidariedade como instrumento de transformação social, onde se desperta o sentimento de ajudar o próximo e de conscientizar os jovens da necessidade do cuidado com o outro e a importância de se construir um mundo mais justo e fraterno.

Os alunos da 1ª série do Ensino Médio fizeram pesquisas referente a crianças que residem em casas de amparo, assistiram vídeos, realizaram debates, gráficos e redações, criações de coreografias referentes a músicas infantis e arrecadaram brinquedos, roupas, alimentos e doces variados.

As arrecadações tiveram a colaboração de professores, alunos e agentes de organização escolar.

Clique aqui e para ler toda a notícia

 

Prêmio Zayed de Sustentabilidade 2019

O Prêmio Zayed de Sustentabilidade – 2019, também conhecido como Prêmio Zayed de Energia do Futuro, representa a concepção de Zayed bin Sultan al Nahyan, fundador dos Emirados Árabes Unidos, sobre a defesa da gestão ambiental e da sustentabilidade global. Após dez anos promovendo iniciativas de energia renovável em todo o mundo, o Prêmio, agora, ampliará seu foco para afetar o impacto humanitário, apoiando uma gama mais ampla de soluções para os desafios dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS/Agenda 2030).

Os projetos desta edição deverão ser baseados em três critérios – impacto (resultados significativos e tangíveis na qualidade de vida das pessoas); inovação (características que visam mudar o status quo da comunidade, que apresente potencial para catalisar oportunidades que terão impactos positivos e promovam mudanças transformadoras); e inspiração (potencial para ampliar os resultados do projeto ao longo do tempo e a capacidade de inspirar o desenvolvimento de outras iniciativas) – e em cinco categorias: Saúde, Alimentos, Energia, Água e Escolas Secundárias Globais (Global High School). Nesta última categoria, os organizadores pretendem expandir o apoio para os jovens pesquisadores, no sentido de fortalecer as suas lideranças em suas comunidades escolares.

As escolas da rede estadual de ensino estão convidadas a participar da categoria Escolas Secundárias Globais, que envolve estudantes do Ensino Fundamental – Anos Finais e Ensino Médio, entre 11 a 19 anos, por meio da proposição de projetos que possam ser implementados dentro de 12 meses a 24 meses, com resultados tangíveis nas áreas de energia sustentável, água, alimentos e saúde e que propiciem impactos educacionais positivos, contribuindo com a melhoria da aprendizagem e qualidade da educação. Para mais informações, acesse o link sobre a categoria no site oficial do Prêmio.

Lembramos que o Prêmio incentiva projetos inovadores, inspiradores e alinhados com Objetivos de desenvolvimento Sustentável e com os princípios do empreendedorismo. Os resultados educacionais previstos devem ser alcançados através da implementação de projetos que utilizem energia renovável e eficiência energética, fornecendo água limpa e acessível, alimentos sustentáveis e saudáveis e/ou melhorando o acesso a cuidados de saúde de qualidade.

Recomendamos que a escola interessada em aderir ao Prêmio elabore um projeto articulado ao Currículo do Estado de São Paulo, considerando a realidade escolar e de seu entorno, contando com envolvimento de alunos, professores e gestores, conforme os critérios estabelecidos pela Comissão Organizadora. O projeto poderá ser novo e/ou inspirado nas ações realizadas pela escola a partir das diretrizes da Feira de Ciências das Escolas Estaduais – FeCEESP e da Conferência Infantojuvenil pelo Meio Ambiente. Com relação ao empreendedorismo recomendamos às escolas que acessem o documento elaborado pela Secretaria de Estado da Educação (SEE-SP), intitulado Empreendedorismo: Plano Estadual de Educação Empreendedora Material de Apoio ao Currículo da Educação Básica.

Os vencedores serão anunciados na cerimônia de premiação durante a abertura da Semana de Sustentabilidade de Abu Dhabi, em 14 de janeiro de 2019. Uma escola vencerá em cada uma das seis regiões: Américas, Europa e Ásia Central, África Subsaariana, Ásia Oriental e Pacífico, Sul da Ásia e MENA (Oriente Médio e Norte da África).

As inscrições para o Prêmio Zayed de Sustentabilidade – 2019, até 09/08, por meio do site oficial http://zayedsustainabilityprize.com/en (disponível somente em inglês). Importante: as questões do formulário de inscrição deverão estar traduzidas para a Língua Inglesa e a submissão do projeto deve ser realizado por um (a) professor (a) ou gestor (a) representante da escola. O cadastro, tradução e submissão do projeto é de responsabilidade da escola interessada em participar do processo seletivo do Prêmio.

Para mais informações e inscrição, consulte o site oficial.

 

 

 

 

 

Inscrições na Competição USP de Conhecimento (CUCo)

 

A Competição USP de Conhecimentos –  CUCo, faz parte do programa “Vem pra USP!”, da Universidade de São Paulo – USP. Todos os alunos das 1ª, 2ª e 3ª séries do Ensino Médio das escolas públicas do Estado de São Paulo podem participar.

A competição possui duas provas: a primeira é online, com 18 testes; a segunda é presencial, com 45 testes, e acontecerá na escola em que o aluno está matriculado.

As escolas públicas da Rede Estadual de São Paulo que tiverem alunos participantes da CUCo concorrem automaticamente a prêmios que poderão ser escolhidos pela equipe de Gestão Escolar ou por seu Grêmio Estudantil. Serão até 91 prêmios, de R$ 2.500,00 investidos na estrutura do Grêmio Estudantil da unidade escolar mais participativa de cada DER.

As cinco Diretorias de Ensino mais participativas terão, cada uma, uma escola premiada com investimentos que serão proporcionais ao número de participantes de todo o Estado. O primeiro prêmio pode chegar a 100 mil reais investidos diretamente na escola. Os demais prêmios podem atingir os seguintes valores:

  • 2° lugar: 80 mil reais;
  • 3° lugar: 50 mil reais;
  • 4° lugar: 30 mil reais;
  • 5° lugar: 20 mil reais.

Os prêmios das escolas dependem, exclusivamente, do número de participantes, independente do desempenho dos estudantes. No total, os valores investidos ultrapassam 500 mil reais, caso o número de participantes atinja, aproximadamente, 20% dos matriculados na rede.

Os alunos mais bem colocados de cada escola também serão premiados e poderão receber convites para visitas monitoradas à USP; certificados de participação, emitidos pela USP, e isenção da taxa do vestibular da FUVEST.

As inscrições estão abertas até 15/06 (às 12h). Incentivem seus alunos!

Para mais informações e inscrições, acesse os sites:

Vem Pra USP!

Facebook da CUCo

Portal da EFAP

 

 

 

 

EXEMPLO DE GESTÃO PARTICIPATIVA

REUNIÃO DE PAIS E RESPONSÁVEIS REÚNE QUASE 600 PESSOAS

No dia cinco de maio de dois mil e dezoito a EE Prof. Santos Amaro da Cruz, tendo à frente a Diretora Sônia Gomes Cruz, reuniu por volta de 600 pais e responsáveis para participarem da Reunião de Pais e Mestres. Conforme o relato da diretora “Sem dúvida, eu esperava muitos pais, mas o número superou minhas expectativas, havia em torno de 600 pessoas. De verdade… foi emocionante! Em toda a minha vida escolar não havia visto tantos pais”.

Entre os assuntos destacados nessa pauta foram:

  • Apresentação dos projetos desenvolvidos na escola tendo em vista o fortalecimento das relações interpessoais e socioemocionais entre a comunidade intra e extraescolar;
  • “O Dia da Família”, evento esse em que os pais, responsáveis, professores e alunos são convidados a participarem de atividades lúdicas, palestras, stands;
  • Frequência e desempenho escolar;

Por fim, o sucesso desse encontro se deu segundo a fala da diretora, pelo trabalho coletivo e participativo de toda comunidade escolar.

 

 

 

 

 

 

 

Prêmio Professores do Brasil – 2018 11ª edição

 

O prêmio “Professores do Brasil” é uma iniciativa do Ministério da Educação (MEC) juntamente com instituições parceiras que busca reconhecer, divulgar e premiar o trabalho de professores de escolas públicas.

 

Podem participar todos os professores da Educação Básica no exercício da atividade docente em estabelecimentos de ensino dos sistemas públicos de ensino federal, estaduais/distrital e municipais e, ainda, das instituições educacionais comunitárias, filantrópicas e confessionais, conveniadas aos sistemas públicos de ensino.

 

Para concorrer, os professores devem enviar um relato de prática pedagógica desenvolvida com seus alunos, registrando uma experiência, um processo vivido ou mesmo uma conversa entre alunos e professores. Assim, além de participar do processo de premiação, os professores desenvolvem um exercício de reflexão sobre a própria prática, o que garante o aprimoramento dos processos de ensino e aprendizagem.

 

Ressaltamos que os relatos de prática pedagógica premiados em edições anteriores ou que já tenham sido publicados não poderão concorrer e apenas poderão ser inscritos os relatos de prática docente com resultados comprovados durante o ano letivo de 2017 ou 2018 (até final do período de inscrições).

 

Após efetuar o cadastro, os professores também poderão contar com o apoio de um curso auto instrucional para auxiliar na produção do relato, intitulado “Na trilha das boas práticas”, que traz a experiência de professores premiados em edições anteriores.

 

São objetivos do prêmio:

  • Reconhecer o trabalho dos professores das redes públicas que, no exercício da atividade docente, contribuem de forma relevante para a qualidade da Educação Básica no Brasil.
  • Valorizar o papel dos professores como agentes fundamentais no processo formativo das novas gerações.
  • Dar visibilidade às experiências pedagógicas conduzidas pelos professores, consideradas exitosas e que sejam passíveis de adoção por outros professores e pelos sistemas de ensino.
  • Estimular a participação dos professores como sujeitos ativos na implementação do Plano Nacional de Educação e da Base Nacional Comum Curricular.
  • Oferecer uma reflexão sobre a prática pedagógica e orientar a sistematização de experiências educacionais.

 

Nesta edição, haverá seis categorias:

  1. Creche
  2. Educação Infantil
  3. Ciclo de Alfabetização: 1º, 2º e 3º anos
  4. 4º e 5º anos
  5. 6º ao 9º anos
  6. Ensino Médio

 

Confira abaixo o calendário das etapas:

  • Envio de Relatos de práticas pedagógicas: até 28 de maio
  • Estadual: previsão para 2 de julho
  • Temáticas especiais e Regional: previsão para 27 de julho
  • Nacional: previsão de divulgação para 30 de agosto

 

Premiação:

  • Regional: R$ 7 mil, troféu e viagem oferecida pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes).
  • Estadual: certificados para os três primeiros colocados e troféu para o vencedor de cada categoria.
  • Nacional: R$ 5 mil e troféu.
  • Temáticas especiais: R$ 5 mil e viagens.

 

Informações:

O Portal do prêmio pode ser acessado por meio do link: http://premioprofessoresdobrasil.mec.gov.br/

Para fazer a inscrição acesse: http://ppb.mec.gov.br/login

Maiores informações, confira o Regulamento e o documento anexo com orientações gerais.

 

 

 

 

Prêmio Desafio 2030 – Escolas Transformando Nosso Mundo – até 15/06

A Coordenadoria de Gestão Básica da Educação (CGEB), por meio do Centro de Ensino Fundamental Anos Finais, Ensino Médio e Educação Profissional (CEFAF), Equipe Curricular de Geografia, convida as escolas da rede estadual de ensino da Capital e Grande São Paulo, que atuam com projetos relacionados aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), a participarem do Prêmio “Desafio 2030 – Escolas Transformando Nosso Mundo”, que tem como propósito reconhecer o trabalho desenvolvido nas instituições de Ensino Básico por meio de projetos transformadores ligados aos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS).

O presente prêmio tem caráter exclusivamente educacional e cultural, sem qualquer categoria de sorteio ou pagamento por parte do participante, vinculação à aquisição ou uso de bem, direito ou serviço, de acordo com os artigos 3º, inciso II, da Lei nº. 5.768/71, e 30 do Decreto nº 70.951/72.

A participação no Prêmio é voluntária e gratuita e implica na aceitação total e irrestrita dos termos e condições do Regulamento . O formulário de inscrição está disponível até 15 de junho. A seleção dos projetos vencedores será realizada por profissionais das áreas de Educação, Meio Ambiente e Literatura, e as escolas premiadas receberão um certificado e um troféu, além do reconhecimento público, em cerimônia de premiação, pela sua contribuição junto aos temas dos 17 ODS na escola.

Destacamos que a realização de todas as etapas do prêmio é de responsabilidade da Comissão Organizadora, representada pela Edukatu – Rede de Aprendizagem para Consumo Consciente, Instituto 5 Elementos – Educação para a Sustentabilidade, Reconectta – Educação e Sustentabilidade para um mundo melhor e Virada Sustentável – São Paulo, contando com o apoio da Prefeitura de São Paulo.